sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Feliz Aniversário sem SEDEX.

Impossível não falar de você meu velho.
Hoje é seu aniversário. E hoje é o pior dia do ano pra mim.Horrível ter um monte de coisa pra te contar e não ter como, entende?
Ainda não inventaram o bendito SEDEX DO CÉU pra eu te falar que não está fácil. Que a vida é uma porcaria sem você. To odiando tudo viu? Você foi embora e me deixou aqui com pessoas más por todo o lado,pessoas que dizem me amar mas tem me feito chorar quase que todos os dias. Eu pensei que com o tempo as coisas fossem ficar mais brandas mas eu estou errada. Como sempre eu estou errada.
Hoje não existe ninguém a quem eu queira abraçar mais do que você. Queria esconder as chaves do teu carro de novo,calçar os meus pés no teus sapatos e me esconder com a tua camisa embaixo da cama como fiz inúmeras vezes só pra você não sair pela porta,só pra você ficar mais um pouquinho.
Essa porcaria de dor não passa. Essa tristeza que só piora e se agrava é um saco. Fingir estar bem é um saco.
Eu me sinto tão cansada de tudo. Eu dedico meus dias a sobrevivência. O pouco suspiro que eu tinha era o amor por alguém que quero muito bem,alguém que dedico meu último pensamento antes de dormir desejando que ele seja feliz e que me ame mais. Mas parece que meus pedidos não andam sendo ouvidos, porque eu to cada dia mais sozinha e isso é um grande saco. Papai eu queria tanto que você me desse algum conselho ou então só me levasse daqui por algumas horas, pra passarmos juntinhos como antes. Só eu e você rindo da vida e projetando esperanças. Mas tudo acabou.
Eu acabei. Ninguém notou. Porque ninguém..ninguém me lê.
Hoje eu sinto uma tristeza que eu achei que não existisse sabe? Aquela tristeza que o mundo perde a cor,aquela coisa que te fere e te machuca cada dia um pouco mais.
Eu estou sentindo uma angústia imensa e eu não sei como parar e eu não tenho ideia do que fazer. Eu só queria passar os dias todos deitada sem saber que o mundo existe. Melhor,passar os dias sem ter que passar por eles. Me ausentar daqui e ficar mais perto de ti.
Ai no céu tem vida? Porque aqui pra mim,não tem mais.

Feliz Aniversário meu melhor amigo.
Eu te amo com todo o meu ser.
Você faz falta.
Muita.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Sou a parte mais insuportável do planeta.

Sou insuportável.
Sério. Ninguém tem ideia do quanto é exaustivo ter as loucuras que eu tenho.
Todo mundo é meio louco,nem vem dizer que não é. Tem gente que tem mania,TOC,fobias.Tem nego que é hipocondríaco,tem grupos que amam ser preconceituosos,tem gente que só come frango e batata doce e esquece de exercitar a mente. Muda o nome,mas a verdade é que isso tudo é loucura.
Mas uma das coisas mais compulsórias e destrutivas que existem é amar em demasia. É ciumes que atormenta dia e noite e enquanto dorme também. Eu sou daquelas que a cabeça inventa e eu saio logo acreditando. Eu fico feliz com isso? NÃO! Sei como mudar? TAMBÉM NÃO.
Tem gente que tem coragem de me dizer que eu gosto de sofrer,mas cara CALA A BOCA. Porque eu não gosto de nada que me tira a paz,mas e quando o que me tira a paz sou eu mesmo?

Amigão vou te falar,minha cabeça está super atormentada nesse exato momento. Ta tudo doendo;estomago,alma e coração. Mas eu nem sei o que está pra acontecer,percebe a idiotice? Eu vejo,imagino,acredito,me infernizo,infernizo o outro e causo danos sérios. Esse é o ciclo.
Eu queria ser só amor. Queria só ouvir "você é a mulher da minha vida" ao invés de ouvir "nem penso em casamento com você mais,nem sei porque disse isso um dia". FACADA 1.
Logo eu mano. Logo pra mim que,aos 10 anos sonhei pela primeira vez com o meu casamento. Imaginei cada detalhe desde a flor de entrada á lembrancinhas e buffet. Salgados quentinhos para manter o padrão tá ligado?
Mais tarde imaginei meu casamento todinho em um noivado que não vingou. FACADA 2.
Fechei o coração. Briguei com o mundo. Refiz tudo. Não contei a ninguém.
Um dia pelas andanças musicais encontrei a música da minha vida. A música que me levaria ao altar. Mostrei ao meu papai. Ele amou.Treinamos a entrada. Mas eu não casei. Ele morreu. FACADA 3.
Mas que merda. Prometi nunquinha casar. Jurei nem tocar mais no assunto. 
Me apaixonei. Relutei.Reconsiderei.Quando eu ouvi "vamos ficar juntos pra sempre,eu acho que vamos casar". Me vi no altar de novo. Droga.Nunca fui boa com promessas.
Mas ai você muda de ideia e eu já quebro,desfaleço,choro,me apavoro,me conformo e tranco o sonho na gaveta. Parece bobo eu sei,mas quem não é?
Eu fico pensando nisso e em como vou crescer na vida,o quanto já to velha e ranzinza e o quanto amo você. MANO..eu te amo muito. E tenho ciumes na mesma proporção e pensamentos esquisitos também e atração por qualquer doce que tenha chocolate branco. Quanto mais enjoativo melhor.
Eu penso assim. O problema é que eu que sou a parte enjoativa da vida e neguinho ta quase dizendo "prefiro mais amargo".
Eu tenho sérios problemas e um deles é o foco na narrativa mas sou boa de coração. Eu juro.Prometo..não.Prometer não. Porque não sou boa com promessas.
Sou inacabada,enjoativa, procrastinadora..e sincera.
Mas meu amor é teu. 

sábado, 22 de agosto de 2015

Burrice generalizada.



Vi meu pai por anos ter um maldito vício asqueroso e fedido. Me desculpe quem gosta e acha que eu sou uma preconceituosa sem coração,que vai logo dizer que "isso ninguém pode julgar" que "vício é vício" e o clássico "eu não sou viciado quando eu quiser parar, eu paro!"
ME POUPE.
Eu estou falando do cigarro. A chupetinha do diabo,a droga legalizada,o mal silencioso.
Eu não consigo entender como alguém em sã consciência resolve colocar fumaça pra dentro do corpo, isso não entra na minha cabeça.
Passei anos preciosos da minha vida pedindo ao meu querido pai pra largar isso,porque ele ficava bem mais cheiroso,sem tosses contínuas e mais disposto quando não fumava e isso me deixava extremamente feliz. Mas tudo foi jogado pelo ralo porque quando o ser encasqueta, falar é o mesmo que gastar saliva com mente que não processa.
Perdi meu pai ano passado. Não.Não foi necessariamente uma vitória do tabaco,foi somente uma derrota minha. Porque uma série de fatores levaram o meu melhor amigo pra longe e o cigarro foi o ator coadjuvante na história,ele não matou..mas ajudou a matar.
Luto todos os dias tentando salvar outra pessoa que eu amo dessa bosta que ele insiste em jogar pra dentro do corpo,dizendo "eu vou parar amor,relaxa". Mas ele nunca para. E eu não sou um filme,mas ando passando por vários "flaskbacks" do mal.
Eu não queria ter mais uma derrota entende?
O medo se instalou em mim.

Quem foi o filho da puta que inventou isso? Se alguém souber diga a ele do estrago que fez e de quanto eu o odeio.




sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Primeira folha do caderno.



Ao contrário do que se pensa,esse não é um blog sobre a morte.Eu quero é falar sobre a vida,quero vomitar o que não me permitem ao longo dos dias.Parece confuso pra você?
Pra mim também,mas..Vou tentar explicar.
Resolvi tem um tempo que, reservaria um espaço pra dizer tudo aquilo que passa pela minha cabeça mas não digo,não as pronuncio por educação,por medo, por controle (que raramente tenho) para ter um pouco de paz e permanecer com os dentes,como diz minha vovó.
As vezes eu tenho vontade de dizer a vizinha aqui de cima do apartamento que ela parece uma retardada gritando com o cachorro e que ta precisando de um regime,porque sei exatamente onde ela está só ouvindo seus passos.
Tenho vontade de falar pra minha mãe que o modo que ela fala com os filhos é escroto,sim; a palavra é essa mesmo,pura escrotisse do milho verde minha gente. Que ela por vezes me deixou mal por um comentário que pra ela é bobo mas que fez um rombo enorme na minha estima que hoje por sinal,não existe.
Eu nunca tive uma mãe pra chamar de amiga,desculpa mas pra mim ser mãe é algo que vai além do EU TE DOU UM TETO,ME RESPEITA E CALA A BOCA. Lógico que respeito eu sempre tive mas que da vontade de dar um chacoalhão nela e dizer: Mulheeeerrrrr..agradar os irmãos da igreja e me tratar feito cachorrinho é feio mew!

Gostaria de dizer ao meu namorado que brincadeira tem limite, que frases que dão a entender que posso ser traída á qualquer momento não ajudam no tratamento dessa minha loucura desmedida,que detesto quando ele fala sobre o dia todo dele e quando chega a minha vez,o assunto deixa de ser interessante,que meu romantismo é piegas mas é bonito,que eu sei que ele não é o único no mundo e que sei bem quando alguém dá em cima de mim (não sou cega) mas eu desconverso porque não to interessada e não sou obrigada a ser simpática e outra,sou mais fiel que do que a torcida do Timão (e eu nem sou corintiana).
Namoro é 200% e o meu será assim..fé!
Aos amigos que passaram por mim e não ficaram,os que ficaram um tempo e saíram falando mal,eu só tenho duas palavras pra vocês meus caros: TANTO FAZ.Mesmo.Real,Juro por Deus.
Eu passei da fase de me culpar e procurar culpados,estou mais no momento do "as coisas são como são". Se acaso quiser voltar,não volte pelo amor de Jesus porque não me faz falta.
Eu já fui tão influenciável, já fui tão bobinha por querer ser quem as pessoas queriam que eu fosse,mas cara quem aguenta?
Eu não.
Eu sou cheia de problemas.Vou dos problemas psicológicos ao financeiro,dos de relacionamento familiar ao amoroso,então meu querido leitor eu é que não vou ficar me mascarando pra meia dúzia de gato pingado ir com a minha cara,"let it be"
Eu quero rasgar o verbo nesse lugar entende? Hoje eu to de boa, peguei um dia calmo pra escrever..vai ver é porque eu ainda tenha aquela mentalidade de primeiro dia de aula sabe? A gente capricha na primeira folha pra deixar tudo cagado depois.
É isso.

"que eu consiga vomitar minhas palavras,sem causar danos"




 Caetano fale por mim amigão!



 
O que dizer antes de morrer ©Template por 187 tons de frio. Resources: Colourlovers