segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Sou a parte mais insuportável do planeta.

Sou insuportável.
Sério. Ninguém tem ideia do quanto é exaustivo ter as loucuras que eu tenho.
Todo mundo é meio louco,nem vem dizer que não é. Tem gente que tem mania,TOC,fobias.Tem nego que é hipocondríaco,tem grupos que amam ser preconceituosos,tem gente que só come frango e batata doce e esquece de exercitar a mente. Muda o nome,mas a verdade é que isso tudo é loucura.
Mas uma das coisas mais compulsórias e destrutivas que existem é amar em demasia. É ciumes que atormenta dia e noite e enquanto dorme também. Eu sou daquelas que a cabeça inventa e eu saio logo acreditando. Eu fico feliz com isso? NÃO! Sei como mudar? TAMBÉM NÃO.
Tem gente que tem coragem de me dizer que eu gosto de sofrer,mas cara CALA A BOCA. Porque eu não gosto de nada que me tira a paz,mas e quando o que me tira a paz sou eu mesmo?

Amigão vou te falar,minha cabeça está super atormentada nesse exato momento. Ta tudo doendo;estomago,alma e coração. Mas eu nem sei o que está pra acontecer,percebe a idiotice? Eu vejo,imagino,acredito,me infernizo,infernizo o outro e causo danos sérios. Esse é o ciclo.
Eu queria ser só amor. Queria só ouvir "você é a mulher da minha vida" ao invés de ouvir "nem penso em casamento com você mais,nem sei porque disse isso um dia". FACADA 1.
Logo eu mano. Logo pra mim que,aos 10 anos sonhei pela primeira vez com o meu casamento. Imaginei cada detalhe desde a flor de entrada á lembrancinhas e buffet. Salgados quentinhos para manter o padrão tá ligado?
Mais tarde imaginei meu casamento todinho em um noivado que não vingou. FACADA 2.
Fechei o coração. Briguei com o mundo. Refiz tudo. Não contei a ninguém.
Um dia pelas andanças musicais encontrei a música da minha vida. A música que me levaria ao altar. Mostrei ao meu papai. Ele amou.Treinamos a entrada. Mas eu não casei. Ele morreu. FACADA 3.
Mas que merda. Prometi nunquinha casar. Jurei nem tocar mais no assunto. 
Me apaixonei. Relutei.Reconsiderei.Quando eu ouvi "vamos ficar juntos pra sempre,eu acho que vamos casar". Me vi no altar de novo. Droga.Nunca fui boa com promessas.
Mas ai você muda de ideia e eu já quebro,desfaleço,choro,me apavoro,me conformo e tranco o sonho na gaveta. Parece bobo eu sei,mas quem não é?
Eu fico pensando nisso e em como vou crescer na vida,o quanto já to velha e ranzinza e o quanto amo você. MANO..eu te amo muito. E tenho ciumes na mesma proporção e pensamentos esquisitos também e atração por qualquer doce que tenha chocolate branco. Quanto mais enjoativo melhor.
Eu penso assim. O problema é que eu que sou a parte enjoativa da vida e neguinho ta quase dizendo "prefiro mais amargo".
Eu tenho sérios problemas e um deles é o foco na narrativa mas sou boa de coração. Eu juro.Prometo..não.Prometer não. Porque não sou boa com promessas.
Sou inacabada,enjoativa, procrastinadora..e sincera.
Mas meu amor é teu. 
Bell disse...

Tudo que a gente fala que não vai fazer, acabamos fazendo rs...

bjokas =)

Postar um comentário

 
O que dizer antes de morrer ©Template por 187 tons de frio. Resources: Colourlovers